Conjuntura

É hora de levantar a cabeça e investir! Aposte em você!

Magali Simone

Engenheira e consultora organizacional, Sônia Jordão é um oásis de otimismo em meio a tantas notícias desanimadoras como os números de desemprego no Brasil. Se você quer começar 2020 virando a mesa, tornando-se um empreendedor, conseguindo um emprego ou  uma promoção, o momento é agora.

               Para Sônia, sempre é “momento para empreender”, mas a decisão de se tornar um empreendedor deve ser bem pensada. “O importante é saber onde e em que empreender. O importante é empreender em algo que se seja muito bom, em um diferencial para o mercado”, avaliou.

A consultora Sônia Jordão

Economia em crise                                                                                                 

Autora de livros como “Ei, curta a jornada!”, lançado este ano, Sônia Jordão reconhece que a economia está passando por um momento de crise e que o número de desempregados ainda não decresceu.

Mas em seus contatos com o empresariado, ela diz ter detectado uma discreta melhora  neste contexto, ainda não suficiente para aquecer o mercado e  provocar o aumento das contratações. “Vejo que o Brasil deve crescer muito, só que agora acredito que será de uma forma diferente”, afirmou.

          Apesar de o crescimento da economia brasileira ser “tímido”, para Sônia, ele está ocorrendo de “forma sólida” e “sustentável”.  Aos seguidores do BHVitrine que querem  crescer em 2020, ela aconselha: “Acredite em você, no seu potencial, desenvolva-se e busque se preocupar com bom atendimento a seus clientes. Faça isso na sua empresa ou onde você trabalha. Lembrando que sonhar grande ou sonhar pequeno, dá o mesmo trabalho!

Como criar seu negócio

1º passo – dedique-se à pesquisa de mercado. Busque detectar se há cliente para os  produtos e serviço  que se pretende oferecer

            2º – crie um plano de negócios. Para fazer um bom plano de negócios procure informações no Sebrae, seja presencialmente ou via internet.

             3º – Organize-se! Calcule os custos e o que você tem de reserva para sobreviver nos primeiros meses. Lembre-se: a lucratividade deve ser o seu alvo!

           4º- Entenda: sem “venda, nada acontece”. Valorizar seu cliente é fundamental para o seu negócio. Invista nessa valorização!

%d blogueiros gostam disto: